APOIO

APOIO

sábado, 23 de setembro de 2017

SANTANA DO MATOS: AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE FINANCIAMENTO RURAL.




A Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Agricultura, com o apoio do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Santana do Matos e EMATER, convidam os produtores rurais para audiência com o Banco do Nordeste do Brasil e Banco do Brasil, para esclarecimentos dos benefícios da Lei n° 13.340 de 28 de setembro de 2016, que autoriza a concessão de rebate para liquidação de operações de crédito rural contratados até 31 de dezembro de 2011 e a Resolução do Conselho Monetário Nacional n° 4.591, de 25 de julho de 2017, que faculta a renegociação de operações de crédito rural contratados de 01 de janeiro de 2012 até 31 de dezembro de 2016.

O prazo para formalizar a adesão da lei ou a resolução é até 29 de dezembro de 2017.
Na oportunidade será apresentada a proposta de Programa Rota do Cordeiro, que atenderá o município de Santana do Matos e apresentação das Ações do Frigorífico Cabugi, localizado no município de Lajes, que está comprando cordeiros para o abate.

O Programa Rota do Cordeiro é uma iniciativa do Ministério da Integração Nacional, com a participação da Embrapa Caprinos e Ovinos e diversos parceiros locais, regionais e nacionais. O objetivo é apoiar a atividade de produção de cordeiros e cabritos no Nordeste e todas as atividades que estão ligadas a esta cadeia produtiva, como a frigorificação, distribuição e comércio; beneficiamento da carne; culinária e gastronomia. Pretende-se modernizar a produção, visando à  melhoria de renda para o produtor e ligar os elos da cadeia produtiva, beneficiando também o consumidor com produtos seguros, com melhor qualidade e oferta regular.
Data: 27 de setembro
Local: Auditório do Sindicato Rural de Santana do Matos 
Horário: 9 horas

Serviços de banco postal de Santana do Matos serão encerrados dia 10 de outubro.




A partir do dia 10 de outubro, os serviços de banco postal serão encerrados em diversas agências dos Correios espalhadas pelos estados Brasileiros entre eles o Rio Grande do Norte.

Os clientes que necessitam de atendimento bancário na Cidade de Santana do Matos serão orientados a se dirigirem as agências do Banco do Brasil ou ponto de atendimento em outro município mais próximo, como Angicos e Jucurutú por exemplo, já que a reabertura da agência do BB aqui da cidade está prevista para o mês de dezembro.

SANTANA DO MATOS: Governo municipal faz a sinalização horizontal da cidade.


Nessa sexta-feira, teve inicio à revitalização da sinalização de trânsito nas vias principais da cidade. O prefeito Dr. Júnior Guimarães, nos informou que as comunidades de Residência, Bom Jesus, ambas na RN 041, e Barão de Serra Branca (RN 203), serão contempladas.
O serviço é realizado numa parceria entre DETRAN e Secretaria Municipal de Obras e está sendo executadas por funcionários do município e do DETRAN, seguindo a determinação do Governo Municipal. São reforçadas as faixas de pedestres e pintura de lombadas.

ASCOM
Prefeitura Municipal de Santana do Matos-RN

PF prende ex-prefeito condenado pela Justiça em Natal


A polícia federal cumpriu nesta sexta-feira (22/9) um mandado de prisão expedido pela 14ª Vara da Justiça Federal/RN e prendeu em Natal, um ex-prefeito de Caiçara do Norte/RN, 55 anos. Ele foi localizado no final da manhã na casa de parentes, no centro da capital potiguar.
O ex-político foi condenado em razão da prefeitura, na época da sua gestão, ter recebido verbas federais para a construção de uma creche e um posto de saúde naquele município e, posteriormente, não ter apresentado a devida prestação de contas junto aos órgãos fiscalizadores. Levado para audiência de custódia, a decisão da Justiça foi que ele continuará preso.
O homem permanece custodiado na sede da PF e nos próximos dias deverá ser transferido para o Sistema Prisional do Estado.

SANTANA DO MATOS: PREFEITO FAZ PRESTAÇÃO DE CONTAS, NA 104FM.


Compareceram na última quinta-feira (21/09), para o programa semanal do Governo Municipal na rádio Timbaúba-FM, o Prefeito Dr. Júnior Guimarães a Enfermeira Ana Paula - Coordenadora do PACS/PSF, a qual falou sobre alguns casos de varicela (catapora) que estão surgindo no nosso município. Ela orientou que, ao aparecerem os primeiros sintomas, não usar nenhuma medicação sem orientação médica e ter muito cuidado com a higiene. 

Informou que o programa de multi vacinação está se encerrando e que os beneficiários procurem se vacinar. Lembrou também da vacina antirrábica.

Já o prefeito, Dr. Edvaldo Júnior, iniciou falando que atualmente o município conta com o funcionamento regular das 7 equipes de saúde, e que é uma preocupação do governo municipal manter a saúde sempre com o devido cuidado.

Lembrou que estamos vivenciando a semana de Inclusão Social, e que nesta quinta-feira, escolas municipais e estaduais promoveram uma caminhada pelas principais ruas da cidade, contando com uma grande participação de alunos, professores, coordenadores, gestores de escolas, secretários, vereadores e do próprio prefeito, e que, no que depender do governo municipal, estará sempre apoiando a luta pela inclusão social em nosso município.

Em seguida, o prefeito destacou a dificuldade financeira que os municípios vêm enfrentando e na nossa cidade não é diferente e que a 1° e 2ª parcelas do FPM, foram zeradas. "Aí é quando digo que, diante das dificuldades, temos feito muito mais com muito menos". Falou o Dr. Júnior Guimarães.

Para o mesmo, todas essas informações sobre as dificuldades financeiras, têm que ser divididas com a população santanense. Levou ao conhecimento de todos que, para agravar ainda mais a nossa situação financeira, chegou recentemente ao município um débito de aproximadamente 500 mil reais junto à CAERN, ocasionado pela falta de renegociação por parte de governos anteriores, Um outro problema que o municipio tem que resolver é a devolução de mais de 500 mil reais ao FUNDEB.

Falou que em breve o governo municipal fará a coleta de lixo na comunidade de Bom Jesus.
E para dar maior transparência das ações governamentais, a Ouvidoria e a Controladoria contarão com um portal de comunicação.

Demonstrou sua preocupação sobre a crise hídrica que enfrenta o município e que está buscando a instalação de chafarizes para não deixar a população sofrendo com a falta do precioso líquido.
Finalizou levando ao conhecimento da população que a Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer está com um projeto que viabilizará o desenvolvimento turístico no município, tendo em vista que aqui contamos com mais de 100 sítios arqueológicos catalogados.

ASCOM
Prefeitura Municipal de Santana do Matos-RN

Nelter viabiliza recuperação da RN-118 entre Jucurutu e São Rafael


Após luta travada pelo deputado estadual Nelter Queiroz (PMDB) em parceria com o ex-prefeito Arimateia Braz e com outras lideranças de São Rafael, junto ao Governo do Estado, o Departamento de Estradas de Rodagens do Rio Grande do Norte (DER/RN) iniciou nesta sexta-feira (22) a recuperação da RN-118, entre Jucurutu e São Rafael, mais precisamente no trecho próximo a propriedade de Chico de Ubaldo, danificado pelas chuvas caídas em  março deste ano.

De acordo com informações repassadas pelo diretor-geral do DER/RN, general Fraxe, ao parlamentar, a demora na realização das obras foram causadas, a priori, pelo atraso dos repasses de recursos financeiros do Ministério dos Transportes ao Governo do RN e, posteriormente, pela licitação que selecionou a empresa que está tocando a obra. “Mesmo com os empecilhos causados pelos entraves burocráticos fiquei em cima do DER/RN, fiz vários pronunciamentos e protocolei diversos requerimentos na Assembleia Legislativa do RN cobrando a urgência na recuperação da rodovia”, disse.

Para Nelter Queiroz, a grande preocupação quanto a concretização desta obra se deu principalmente por dois motivos: 1) pela segurança de todos os usuários que nela trafegam; e 2) pela importância econômica que a RN-118 tem para o Estado, já que além de interligar outras cinco rodovias, ela é rota para veículos que transportam mercadorias entre o Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas.

Ainda segundo informações repassadas pelo DER/RN ao deputado, o asfalto será recolocado no local na próxima semana. “Em nome de todos que utilizam a RN-118, neste trecho entre São Rafael e Jucurutu, agradeço ao Governo do Estado e ao DER/RN pela sensibilidade e por ter atendido ao nosso pleito. Esta obra tem a marca de nosso mandato!”, reforçou.

Ex-médico que esquartejou amante é encontrado morto

  O ex-médico Farah Jorge Farah em abril de 2008 Foto: Patrícia Santos/Estadão

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

SÃO PAULO - Condenado por matar e esquartejar sua amante em 2003, o ex-médico Farah Jorge Farah, de 67 anos, foi encontrado morto nesta sexta-feira, 22, em sua casa, um sobrado na Vila Mariana, zona sul da cidade, por policiais que cumpririam seu mandado de prisão, expedido na quinta-feira pela Justiça. Segundo a Polícia Civil, ele cometeu suicídio pouco antes da chegada dos agentes que iriam prendê-lo.  

O corpo de Farah foi encontrado vestido com calça e blusa de mulher, ao redor de sangue. Os policiais notaram próteses de silicone nos seios. No quarto, havia um aparelho de som tocando música clássica. Ele tinha um corte na artéria femoral – para a polícia, ele mesmo teria feito o corte, com um bisturi.
 
Os policiais se dirigiram à casa do ex-médico por volta das 6 horas, segundo o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, que descreveu a forma como o corpo foi encontrado.  

O delegado disse acreditar que o médico havia feito o corte na perna instantes antes de o chaveiro chamado pelos policiais abrir a fechadura da casa, o que ocorreu apenas às 13h30.  

“Tivemos toda a paciência. Ele não respondia, mas deu para ver vultos andando pela casa.” Quando a porta se abriu e o delegado entrou no imóvel, a surpresa. “Não fiz nada. Só chamei a perícia”, disse Gonçalves.  

O mandado de prisão era uma determinação do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Farah havia sido condenado em 2014 a 14 anos e oito meses de prisão, mas, desde 2007, graças a uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), ele havia obtido o direito de aguardar o trânsito em julgado (quando não há mais chances de recurso). 

O criminalista Roberto Podval, advogado de Farah, disse que a família não faria comentários sobre o caso. Prisão. Na casa de Farah havia uma série de folhetos de propaganda saindo da caixa do correio, espalhados pelo pequeno corredor na entrada. Dentro do imóvel, caixas, roupas e muita bagunça. “Ele virou um acumulador”, disse Gonçalves.  
 
Uma vizinha que pediu para não ser identificada contou que, na última madrugada, por volta das 4 horas, pôde ouvir o caminhar de Farah pela casa. “Como ele tinha a muleta, dava para ouvi-lo subindo e descendo as escadas. Fez isso mais de uma vez”, disse, ressaltando que a atitude era atípica. “Ele devia estar ansioso. Eu não sabia que tinha saído a prisão.”  

 
A moradora, que disse ser vizinha do ex-médico há dez anos, conta que sua transformação começou no ano passado. “Uma vez, ele passou aqui na porta e eu notei que ele estava de sutiã. Falei, ‘gente, o homem está de sutiã’. Depois, outra vizinha disse que ele tinha colocado peito”, conta. 

Ela afirmou que o médico era um vizinho sociável, pois “sempre dava bom dia, boa tarde”. “Eu só soube desse passado (o assassinato) muito tempo depois dele ter se mudado. Uma única vez, há muitos anos, conversamos sobre isso. Ele disse que só Deus sabia o que tinha acontecido.” Na época do crime, o ex-médico era fiel da Igreja Adventista do Sétimo Dia.  

Cirurgião plástico, Farah foi condenado pelo Tribunal de Justiça pelo assassinato da paciente Maria do Carmo Alves, que, para o Ministério Público, era sua amante. Na época da morte, Maria tinha 46 anos e era dona de casa. 

Os dois se conheceram em sua clínica, em Santana, zona norte da cidade. Foi nessa clínica que, em 2003, o médico dopou, matou e esquartejou a vítima. Depois, colocou as partes do corpo em cinco sacos de lixo pretos e os deixou no porta-malas de seu carro, onde foram encontrados pela polícia. Farah confessou o crime a parentes.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Deputados aprovam à unanimidade pedido de empréstimo de R$ 698 milhões do governo. R$ 50 milhões para área de segurança


O pedido de empréstimo de R$ 698 milhões do Governo do Estado à Caixa Econômica Federal foi autorizado pela Assembleia Legislativa por unanimidade. A votação aconteceu durante a sessão plenária desta quinta-feira (21).
Do valor do empréstimo, serão destinados cerca de R$ 50 milhões para a área de segurança. “A Assembleia sai maior num debate como esse, principalmente porque os recursos irão amenizar os problemas mais graves do Estado”, afirmou o presidente do Legislativo, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).
Originalmente, estavam previstos cerca de R$ 11,5 milhões para a área de Segurança e foi ampliado para R$ 50 milhões. Desse valor, R$10 milhões serão destinados à Polícia Civil, garantidos por emenda parlamentar. Na discussão das matérias, o líder governista, deputado Dison Lisboa (PSD) defendeu a necessidade dos recursos para ampliar a capacidade de investimento do Governo. “Os recursos serão usados na saúde, rodovias, amortização da dívida, saneamento básico e segurança. Foi uma atitude extremamente louvável ampliar os recursos para a Segurança. E o mais importante aqui é o objetivo do governo em pagar uma folha de pagamento, desafogando a fonte 100, responsável pelo custeio da máquina administrativa”, afirmou.

Temer tenta evitar rebelião na base após ataque de Maia

 

O Estado de S.Paulo
BRASÍLIA - Após o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), acusar o PMDB e o governo de dar uma “facada nas costas” do DEM, o presidente Michel Temer assumiu nesta quinta-feira, 21, mesmo a articulação para tentar contornar a insatisfação na base. Horas depois de chegar de Nova York, onde participou da Assembleia-Geral da ONU, Temer reuniu auxiliares e disse que marcaria uma conversa com Maia para resolver o problema e conter a rebelião. 
As declarações do presidente da Câmara foram feitas no momento em que Temer precisa de apoio parlamentar para barrar a segunda denúncia contra ele no plenário. Nesta quinta-feira, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por 10 votos a 1, que a acusação apresentada pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot contra o presidente, por organização criminosa e obstrução da Justiça, deve ser encaminhada aos parlamentares e entregou à Câmara a acusação.
O desabafo de Maia foi feito após o assédio do PMDB a parlamentares do PSB que estavam prestes a ingressar no DEM. O partido de Temer conseguiu, recentemente, filiar o senador Fernando Bezerra Coelho (ex-PSB-PE). Pelo menos outros seis deputados do PSB, que estavam em negociação com o DEM, foram procurados pela cúpula peemedebista, enfurecendo Maia.

O Planalto, porém, viu nas declarações raivosas do presidente da Câmara algo muito além do simples desabafo. Nos últimos dias, Maia tem feito movimentos em direção aos dissidentes do PMDB e à esquerda.
Ele jantou nesta quarta-feira, 20, na casa da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO), que foi suspensa das funções partidárias após entrar em confronto com líderes da sigla. “Sobraram ali estocadas à condução política do governo”, afirmou o deputado Orlando Silva (PC do B-SP), um dos presentes ao encontro. “Mas o Rodrigo não conspira. Aliás, se ele quisesse, Temer já teria caído. O palácio é que está fissurado pela sobrevivência e vê fantasmas em todo canto.”
O jantar reuniu, ainda, os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e Eduardo Braga (PMDB-AM), ambos críticos do governo, além do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e de deputados de outros partidos, como Alexandre Baldy (Podemos-GO).
Na noite desta quinta-feira, Maia esteve com o prefeito João Doria (PSDB-SP). A aproximação do presidente da Câmara com o tucano é vista pelo Planalto como mais um gesto político para a eleição de 2018. Tanto o PMDB como o DEM convidaram Doria para ser candidato à Presidência. 
Mais cedo, em um evento no Rio, Maia negou que os problemas entre PMDB e DEM possam influenciar na tramitação da denúncia contra Temer. “Não vamos misturar uma coisa tão grave, que é a denúncia, com um problema que envolve dois partidos e parte do Planalto”, disse.
Embora aliados do presidente avaliem que o governo enfrentará menos dificuldade na segunda acusação, há muitos “fios desencapados”. O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), admitiu que a nova acusação “perturbará” votações de interesse do Planalto.
Ministro. Além da revolta de Maia, deputados do Centrão – que reúne partidos médios, como PP, PTB e PSD – pressionam pela saída do ministro da Secretaria de Governo, Antônio Imbassahy (PSDB). Há também descontentamento por causa da polêmica em torno da medida provisória que cria o novo Refis.
O líder do PMDB, Baleia Rossi, disse ao Estado que Imbassahy se fortaleceu com sinal de apoio mútuo dos demais ministros do PSDB como Bruno Araújo (Cidades) e Aloysio Nunes (Itamaraty). “Imbassahy tem uma função de atendimento dos parlamentares, então é natural que haja reclamação. Mas ele tem trabalhado direito.”
Para o deputado Marcos Montes (MG), líder do PSD, os descontentamentos estão relacionados a indicações para cargos de terceiro escalão. Segundo ele, o partido se sente desprestigiado e gostaria de ter um espaço maior no governo, além do Ministério de Ciência e Comunicações, ocupado por Gilberto Kassab.
Montes mostrou-se solidário à Maia. “A atuação do Rodrigo na presidência pode não alterar o resultado, mas é determinante em algumas situações. Ele está com espinho atravessado na garganta. Não sei de que tamanho é, se de lambari ou de pirarucu.”

Funaro diz que Temer, Cunha e Alves levaram R$ 250 milhões da Caixa





Por Cleide Carvalho e Gustavo Schmitt



SÃO PAULO — Em delação premiada, o doleiro Lúcio Bolonha Funaro afirmou que o grupo político formado pelo presidente Michel Temer e pelos ex-deputados Eduardo Cunha e Henrique Alves recebeu cerca de R$ 250 milhões em propinas decorrentes de créditos da Caixa Econômica Federal, repassados pelas vice-presidências de Pessoa Jurídica e Fundos de Governo e Loterias. As duas áreas foram controladas pelo PMDB e comandadas por Geddel Vieira Lima e Fábio Cleto. Operador financeiro do partido, Funaro disse que Cunha funcionava como um “banco de propina” para deputados e, depois, virava o “dono” dos mandatos de quem era beneficiado.
O doleiro afirmou não saber exatamente o valor da propina repassada a Cunha, “mas sabe que este sempre distribuía parte da propina recebida com Henrique Eduardo Alves e Michel Temer, fora outros deputados aliados”.
O ex-ministro Geddel Vieira Lima ocupou o cargo na Caixa entre 2011 e 2014. Segundo Funaro, apenas na área de Geddel o grupo liberou entre R$ 5 bilhões e R$ 8 bilhões para empresas em troca de vantagens. Um valor igual ou superior a este teria sido liberado pelo setor comandado por Cleto. Funaro disse que Geddel recebeu, sozinho, no mínimo R$ 20 milhões e continuou a operar mesmo depois de deixar o cargo, até fevereiro de 2015.
A assessoria do Planalto afirmou, por e-mail, que “o valor da delação e das palavras do doleiro Lúcio Funaro é zero, como já registrou a própria Procuradoria-Geral da República”.